POLÍTICA | VEJA CARTA

22 prefeitos deixam PSB de Ricardo Coutinho
Os gestores municipais vão esperar decisão do governador João Azevedo para ingressarem em um novo partido.




Prefeito de Sousa, Fábio Tyrone ao lado de Ricardo/Reprodução

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) da Paraíba está vendo um verdadeiro calvário após se envolver no maior escândalo político do estado. Na manhã desta sexta-feira (31), vinte e dois prefeitos deixaram o partido. Os gestores alegaram por meio de uma carta que estava faltando dialogo e democracia interna. 

"Todas as decisões foram tomadas sem diálogo, sem ouvir aqueles que estavam na ponta, dentro dos municípios. Sem um processo democrático, onde todos têm voz e vez, não há construção partidária e não entramos no PSB para não sermos ouvidos", diz trecho da carta assinada pelos vinte e dois prefeitos.

Os gestores municipais vão esperar decisão do governador João Azevedo para ingressarem em um novo partido. 

Contando que o atual governador da Paraíba, João Azevedo, havia deixado a legenda após mudança na presidência do partido no ano passado e antes da prisão do ex-governador Ricardo Coutinho, acusado de comandar uma organização criminosa que desviou recursos da saúde e da educação. 

Confira a carta e os nomes dos prefeitos que deixaram a legenda socialista: 

Ingressamos nos quadros do PSB da Paraíba por acreditar e fazer parte de um projeto político com a missão de promover mudanças estruturais em nosso Estado, levando desenvolvimento e melhorando a qualidade de vida da população.

Este projeto político que fazemos parte e que defendemos, elegeu João Azevêdo governador do Estado, mas o partido decidiu seguir por outro caminho.

Todas as decisões foram tomadas sem diálogo, sem ouvir aqueles que estavam na ponta, dentro dos municípios. Sem um processo democrático, onde todos têm voz e vez, não há construção partidária e não entramos no PSB para não sermos ouvidos.

Além disso, temos um processo eleitoral que se aproxima e não podemos defender um partido que não faz parte do projeto que acreditamos. Uma agremiação partidária é composta de várias pessoas, construída por muitas mãos!

Com base nisso, nós prefeitos de 22 municípios vimos através desta carta anunciar a nossa saída do PSB, pois não mudamos de posição e opinião em relação ao último pleito. Seguimos com o projeto político que ajudamos a construir, que é encabeçado por um governador que teve 58,18% dos votos dos paraibanos, eleito já em primeiro turno.

Um partido político é também instrumento de transformação e a sua construção deve ser feita de forma coletiva. Seguimos com o projeto que lutamos para virar realidade e que vem promovendo mudanças importantes no nosso estado. Aqui, somos todos Paraíba!

João Pessoa, 31 de janeiro de 2020

Derivaldo Romão dos Santos
Prefeito de Pedras de Fogo

Evilazio de Araujo Souto
Prefeito de Tenório

Fabio Tyrone Braga de Oliveira
Prefeito de Sousa

Flavio Roberto Malheiros Feliciano
Prefeito de Sapé

Francisco Mendes
Prefeito de São José de Piranhas

George José Porciuncula Pereira Coelho
Prefeito de Sobrado

Gervásio Gomes dos Santos
Prefeito de Bernadino Batista

Guilherme Cunha Madruga Junior
Prefeito de Cuitegi

João Batista Truta
Prefeito de Barra de São Miguel

José Benício Araujo Neto
Prefeito de Pilar

José Fernandes Gorgonho Neto
Prefeito de Rio Tinto

José Nivaldo de Araújo
Prefeito de Umbuzeiro

José Paulo Filho
Prefeito de Santana dos Garrotes

Kleber Fernandes de Medeiros
Prefeito de Junco do Seridó

Lucildo Fernandes de Oliveira
Prefeito de Damião

Lucio Flavio Araujo Costa
Prefeito de Itabaiana

Marcelo Sales Mendonça
Prefeito de Lucena

Maria Eunice do Nascimento Pessoa
Prefeito de Mamanguape

Paulo Dália Teixeira
Prefeito de Juripiranga

Ricardo Pereira
Prefeito de Princesa Isabel

Thiago Marcone Castro da Rocha
Prefeito de Cabaceiras

Valdinele Gomes Costa
Prefeito de Cacimba de Dentro





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



POLÍTICA  |  05/04/2020 - 05h





POLÍTICA  |  03/04/2020 - 06h