GENTE | NO PIAUÍ

Ex-prefeito de Teresina, Firmino Filho morre ao cair de prédio
As circunstâncias da morte ainda não foram confirmadas pela polícia, que abriu investigação sobre o caso.




Reprodução

O ex-prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), de 57 anos, morreu nesta 3ª feira (6.abr.2021). Seu corpo foi encontrado na frente do edifício onde funciona o TCU (Tribunal de Contas da União) na capital do Piauí. Firmino era funcionário da instituição.

 
Segundo a assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública do Piauí, Firmino caiu de um escritório no 14º andar do prédio. A Polícia Civil esteve no local e fez uma perícia. O prazo para apresentação do laudo é de 10 dias. O corpo do político foi levado ao IML (Instituto Médico Legal).

A hipótese é de que o ex-prefeito tenha cometido suicídio.

O prefeito de Teresina, José Pessoa Leal (MDB) decretou luto oficial de 3 dias na cidade. A medida também foi adotada pelo governador do Piauí, Wellington Dias (PT), no Estado. A Câmara de Teresina informou que não fará a sessão ordinária na 4ª feira (7.abr), em luto pela morte do ex-prefeito.

Em seu último dia de mandato na prefeitura, em 31 de dezembro de 2020, Firmino gravou um vídeo falando sobre sua gestão.

(Imagem: João Allbert/Agif/Estadão Conteúdo)



Firmino Filho era economista. Foi secretário municipal, prefeito de Teresina em 4 mandatos, e deputado estadual.

Segundo nota divulgada pelo governo do Piauí, as gestões de Firmino Filho foram marcadas “pelo diálogo urbano e cordial com os governos estadual e federal, firmando diversas parcerias administrativas com os dois entes federativos”.

“Em 2020, último ano do seu mais recente mandato, mostrou-se um grande defensor de medidas para a contenção da covid-19, sempre embasado em parâmetros científicos”.

Firmino era casado com a deputada estadual Lucy Soares e tinha 3 filhos.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






GENTE  |   21/04/2021 13h38


GENTE  |   21/04/2021 05h28

Cajazeiras - PB