GENTE | VÍTIMA DE COVID-19

Presidente do Grupo São Braz, José Carlos morre vítima de covid
José Carlos da Silva Júnior tinha 94 anos e estava internado em um hospital particular em São Paulo, onde tratava a covid.




Reprodução

Morreu, nesta sexta-feira (5), aos 94 anos, o empresário, ex-governador e ex-senador da Paraíba José Carlos da Silva Júnior. Ele estava internado em um hospital particular em São Paulo, onde tratava complicações da Covid-19. Segundo comunicado da família, o empresário sofreu uma parada cardiorrespiratória.

José Carlos da Silva Júnior nasceu em Campina Grande. De 1983 a 1986, foi vice-governador do Estado, no mandato de Wilson Braga. Retornou à política na década seguinte, como suplente de Ronaldo Cunha Lima no Senado Federal. Devido a licenças do titular, assumiu mandato de setembro de 1996 a janeiro de 1997 e depois de junho a outubro de 1999. A atividade parlamentar era conciliada com a presidência da Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC) e também com a atuação empresarial no setor.

 
Ao longo de sua carreira, José Carlos da Silva Júnior também presidiu o Sindicato do Milho, Torrefação de Café e Refinação do Sal do Estado da Paraíba. Foi vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado da Paraíba e atuou como suplente do Conselho da Confederação Nacional da Indústria (CNI). Além disso, integrou o Conselho da Associação Comercial de Campina Grande e foi diretor da Bolsa de Mercadorias da Paraíba.

Entre os empreendimentos fundados pelo ex-governador na Paraíba, estão a São Braz, a Brazmotors (Revendedora Chevrolet) e a Rede Paraíba de Comunicação (TV Cabo Branco, TV Paraíba, Jornal da Paraíba, G1 Paraíba, Cabo Branco FM, CBN João Pessoa e CBN Campina Grande). Em Natal, Rio Grande do Norte, José Carlos da Silva Júnior dirigiu a Autobrás Comércio de Veículos (Concessionária Fiat).

Um dos netos do empresário, o publicitário Mateus Zerbone Carlos, foi uma das primeiras vítimas da Covid-19 na Paraíba. Ele morreu no dia 30 março do ano passado, aos 34 anos.

O governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), divulgou nota de pesar, na qual afirma que “se solidariza com todos os seus familiares e amigos e externa suas condolências”.

 
A Câmara de João Pessoa também lamentou. “Seus ensinamentos e exemplo de vida no ramo empresarial e na política orgulham a todos nós. Aos amigos e familiares, manifestamos nossos mais sinceros sentimentos de solidariedade. O momento é de grande tristeza”.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






GENTE  |   21/04/2021 13h38


GENTE  |   21/04/2021 05h28

Cajazeiras - PB