COVID-19 | PANDEMIA

HRP tem 85% dos leitos de UTI para covid ocupados
A taxa de ocupação da UTI vem se mantendo elevada, entre 60% e 80% nos últimos dias.




Reprodução

Dos 26 leitos de UTI Covid do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos (CHRDJC), 21 deles estão ocupados, nesta segunda-feira (22), com pacientes que necessitam de cuidados intensivos para superar as intercorrências da doença. Com isso, a unidade atinge a marca de 85% da capacidade da UTI para esses casos. O relatório de gestão do setor Covid do Complexo aponta ainda que dos 20 leitos de Enfermarias Clínica Covid, 12 deles estão ocupados nesta data com pacientes com coronavírus.

 

A taxa de ocupação da UTI vem se mantendo elevada, entre 60% e 80% nos últimos dias e estamos constatando, pelo aumento de internações, a expansão do contágio, por isso estamos em estado de alerta permanente, já que os quadros que requerem UTI são os das formas mais graves da doença”, afirma o diretor geral do Completo, Francisco Guedes.

Na expectativa do pronunciamento do governador João Azevedo, que nesta segunda anuncia medidas restritivas de circulação e atividades para conter a onda de transmissão da doença em todo o Estado, o diretor do Complexo reforça que o momento ainda é de muita cautela. “"A cobertura vacinal ainda é muito baixa e não há outra forma de conter o avanço da contaminação que não tendo os devidos cuidados, tais como, a higienização das mãos, o uso permanente de máscaras e se evitar aglomerações”", reforça Francisco.

O setor de isolamento Covid do Complexo tem 26 -leitos de UTI Covid e 20 Enfermarias Clínicas destinadas, exclusivamente, para casos de coronavírus. A unidade é uma das referências para regulação de pacientes com suspeita ou comprovação da doença no sertão paraibano.
 

 

As unidades de saúde tanto públicas, quanto privadas, têm seu limite de atendimento. Nós não podemos colapsar o sistema de atendimento, porque se isso ocorrer as pessoas podem necessitar de um leito e não ter disponível como já ocorre em alguns estados do país. Então, a única forma de evitar isso é conter o avanço da doença e, neste aspecto, a população tem um papel fundamental para contribuir evitando aglomerações, usando a máscara e mantendo as medidas de higiene. São ações simples, mas extremamente eficazes que só requer boa vontade e bom senso”, reforça o diretor do Complexo.






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



COVID-19  |   30/12/2020 06h40

Patos - PB
 




COVID-19  |   25/02/2021 08h42