PARAÍBA | PARAÍBA

Governo realiza compra emergencial do PPA




Secom-PB

Técnicos da Secretaria Executiva de Segurança Alimentar e Economia Solidária (Sesaes), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh), visitaram grupos produtivos nos municípios de São João do Rio do Peixe e Poço José de Moura, no Alto Sertão paraibano, para realizar compra emergencial do Programa de Aquisição de Alimentos na modalidade Compra com Doação Simultânea (PAA-CDS) e mobilizar os agricultores para novo edital com previsão de lançamento para fevereiro de 2021.

 
A equipe técnica visitou os campos produtivos da região, que tem cadastrada no edital vigente do programa 64 agricultores em São João do Rio do Peixe e três agricultores em Poço José de Moura. Após verificada a disponibilidade de produtos para comercialização, realizou-se a compra emergencial de batata doce, milho verde, abóbora, manga, feijão verde e macaxeira com doação simultânea ao Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do município de São João do Rio do Peixe, atendendo a cerca de 200 famílias em situação de vulnerabilidade social e integrantes da comunidade cigana da região.

Visando o próximo edital, os técnicos se reuniram com grupos de agricultores e conheceram as plantações com o objetivo de verificar a qualidade do plantio e a capacidade de venda de novos produtos da região. “Mesmo sendo uma região no Alto Sertão que sofre com vários anos de estiagem, eles conseguem produzir com muita riqueza. Eles plantam macaxeira, batata doce, muita folhagem, manga, banana, arroz vermelho”, constatou o gerente executivo das Casas de Economia Solidária e integrante da equipe técnica, Marcelo Melo.
 

O PAA-CDS chega ao Sertão para trazer esperança para os grupos produtivos da região. Cada agricultor pode vender 6.500 reais ao programa. É uma renda extra e garantida”, completou o gerente.

 
O edital emergencial do PAA-CDS em vigência permite compra de inhame, macaxeira, folhagem polpa de fruto, bolo, abóbora, milho, manga, banana entre outros produtos. O novo edital pretende inserir o ovo caipira, a macaxeira embalada a vácuo, o peixe e o arroz vermelho que tem o município de São João do Rio do Peixe como o maior produtor da Paraíba.  O arroz outrora vendido para os estados vizinhos por meio de atravessadores deverá ser comprado pelo Estado da Paraíba por meio do PAA-CDS.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



PARAÍBA  |   21/01/2021 10h20





PARAÍBA  |   21/01/2021 09h16


PARAÍBA  |   21/01/2021 09h09