REGIONAIS | MANIFESTO

Sindicato dos Funcionários Municipais de Joca Claudino - nota de repúdio




Reprodução

O sindicato dos Servidores do Município de Joca Claudino vem a público, por meio desta nota de repúdio, expressar toda revolta e indignação das categorias com a desastrosa administração da prefeita Jordhanna Lopes dos Santos que, durante os quatro anos de governo, tratou com crueldade os servidores e as servidoras.

Funcionários e funcionárias estão há três meses sem receber salários, o que consideramos inaceitável. O pagamento do décimo terceiro salário também segue comprometido, já que a gestão descumpriu o acordo de efetuar os repasses nas datas de aniversários dos servidores e servidoras.

 
O salário é o meio de sobrevivência e seu atraso ou o não pagamento dentro das datas historicamente realizadas, provoca transtornos; alguns irreparáveis. Servidores e servidoras estão impossibilitados de honrar seus compromissos financeiros, enquanto outros já calculam os prejuízos com juros, multas e outros encargos.

Foi por isso que a Constituição Federal elevou o salário ao nível de direito fundamental, mantendo-o sob o manto protetor de todas as garantias e direitos fundamentais.

O sindicato e os servidores e servidoras municipais fizeram sua parte! Denunciaram aos órgãos competentes e à sociedade, promoveram manifestações, paralisações e greves, mas infelizmente a gestão não teve sensibilidade de buscar soluções que poderiam ser construídas com os funcionários. Ao contrário, continuou com o mesmo descaso e desrespeito com os servidores e à sociedade.

Atravessamos um ano atípico onde professores e professoras, por exemplo, exerceram trabalho em casa, usando da própria eletricidade, internet entre outras ferramentas que criaram novos gastos a esses e essas profissionais. Diante de todas as dificuldades, não receber as respectivas remunerações é revoltante e muita maldade por parte da gestão municipal.

Destacamos ainda que o Fundo da Educação Básica (FUNDEB), com valores destinados pelo governo federal à exclusiva função de cuidar do sistema público de educação, também não chegou aos profissionais do setor.

Queremos explicações e transparência financeira por parte da prefeitura de Joca Claudino e aguardamos o posicionamento da instituição sobre o caso. Não vamos aceitar calotes.

Sobrevivemos a essa gestão e continuaremos na luta diária para que todos e todas recuperem a dignidade e o respeito que lhes foi tirado por essa administração que de forma abusiva e cruel, atropela os direitos de quem depende dos valor do próprio trabalho para sobreviver. Seguimos defendendo os servidores e servidoras de nossa cidade.

 
Acreditamos que esta administração desastrosa deixou marcas profundas em cada uma dessas pessoas que trabalham incansavelmente para o crescimento de Joca Claudino. Esperamos que o próximo gestor municipal garanta o pagamento em dia dos salários desses servidores.

Diretoria do SINSEMJOCA

VEJA
 




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



REGIONAIS  |   16/01/2021 18h03

Joca Claudino - PB
 




REGIONAIS  |   14/12/2020 14h52

Joca Claudino - PB
 

REGIONAIS  |   04/12/2020 07h17

Joca Claudino - PB