ELEIÇÕES 2020

Gilmar Mendes mantém Ricardo Coutinho sem tornozeleira




Reprodução

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), referendou, hoje, a decisão já tomada no mês de agosto que livrou o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) da tornozeleira eletrônica. Antes, Mendes tinha retirado o monitoramento de Coutinho em caráter de liminar. Deste vez, ele decidiu manter a retirada do equipamento no mérito.

Apesar do apelo da defesa, a Procuradoria-Geral da República tinha se manifestado pela manutenção das cautelares.

 

Ao contrário do que sustenta a defesa, a decisão está devidamente fundamentada quanto à necessidade e adequação das medidas impostas, objetivando resguardar as investigações e reduzir o risco de influência do paciente, ex-governador, detentor de notório poderio político no Estado da Paraíba e no Município de João Pessoa, além de ser apontado como o principal líder da enfocada ORCRIM e responsável direto, tanto pela tomada de decisões dentro do organismo delituoso quanto aos métodos de arrecadação de propina, sua divisão e aplicação”.






COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



ELEIÇÕES 2020  |   29/11/2020 18h00

João Pessoa - PB
 




ELEIÇÕES 2020  |   11/11/2020 05h05

João Pessoa - PB
 

ELEIÇÕES 2020  |   05/11/2020 11h05

João Pessoa - PB