GENTE | POR JUSTIÇA

Família e amigos de Pâmela Bessa fazem novo protesto
O marido dela, principal suspeito do feminicídio segue foragido. Ele chegou a levar a mulher ao hospital dizendo que ela estava passando mal.




Reprodução

Familiares e amigos de Pâmela Nascimento  se reuniram neste domingo (20), para realizar um protesto contra a morte da mulher, na cidade de Poço José de Moura, na Paraíba. Pâmela foi morta no último dia 07 de setembro após ter sofrido várias agressões.

Outro protesto já havia sido registrado após a morte de Pâmela. Velas foram acendidas embaixo de uma foto e flores foram deixadas. 

Vários cartazes denunciam o feminicídio sofrido pela mulher. 

De acordo com a Polícia Civil, a mulher que estava grávida recebeu uma pancada na região do fígado, sofreu hemorragia interna e consequente parada cardiorrespiratória. 

O marido dela, principal suspeito do feminicídio segue foragido. Ele chegou a levar a mulher ao hospital dizendo que ela estava passando mal. O marido foi levado para a delegacia para prestar depoimento, mas negou que tivesse espancado a mulher, logo em seguida ele foi liberado. 

 
Segundo o delegado, ele foi liberado, pois não apresentava nenhum indício de um  feminicídio. Um mandado de prisão foi expedido contra ele. 

De acordo com a Polícia Civil o acusado segue sendo procurado. 


Confira o vídeo:




Galeria de Fotos:





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



GENTE  |  10/09/2020 - 13h

Poço de José de Moura - PB
 




GENTE  |  19/08/2020 - 04h

Poço de José de Moura - PB
 






google.com, pub-3622982186074943, DIRECT, f08c47fec0942fa0