MAIS NOTÍCIAS

Alvo de operação da PF em Sousa atuava com empréstimos consignados




Reprodução

A Polícia Federal esteve na cidade de Sousa, Sertão da Paraíba, na manhã desta quinta-feira (13) para cumprir um mandado de busca e apreensão no endereço de um “pastinha”, que na linguagem de quem atua no segmento de empréstimos consignados, é a pessoa que não utiliza lojas físicas para atender seus clientes.

A diligência da PF faz parte da “Operação Quimera” que investiga uma quadrilha especializada em fraudes bancárias com a utilização de documentos falsos.

Ao todo foram cumpridos 11 mandados de busca e apreensão nos municípios de Sousa, João Pessoa e Campina Grande, na Paraíba, além de outros endereços nos estados do Rio Grande do Norte e Pernambuco.

De acordo com informações, o grupo criminoso atuava na obtenção de empréstimos consignados, restituição antecipada de Imposto de Renda, financiamentos bancários e abertura de contas bancárias de passagem.

 
A PF acredita que a atuação da quadrilha tenha causado um prejuízo de aproximadamente R$ 4 milhões. O grupo atuava no acesso a bancos de dados de órgãos públicos e das instituições bancárias, onde obtinham dados e forjavam as documentações.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



MAIS NOTÍCIAS  |  27/09/2020 - 14h





MAIS NOTÍCIAS  |  26/09/2020 - 16h


MAIS NOTÍCIAS  |  25/09/2020 - 14h







google.com, pub-3622982186074943, DIRECT, f08c47fec0942fa0