GENTE | Concurso de Fotografia

Estudante da UFPB é ‘top 5’ em prêmio




Divulgação/UFPB

O aluno de Agroecologia da Universidade Federal da Paraíba (UFPB) Sérgio Siddiney foi ‘top 5′ no 3° Concurso de Fotografia e Direitos Humanos do Ministério Público da Paraíba (MP-PB). A premiação ocorreu na terça-feira (10), no Auditório da Procuradoria-Geral de Justiça (PGJ) do MPPB, em João Pessoa.

O estudante faz parte de uma iniciativa de discentes que realizam projeto de ressocialização, por meio do qual os apenados plantam e consomem os produtos que cultivam. A fotografia é oriunda dessa atividade, do contato que eles têm com os detentos, na unidade prisional da cidade de Solânea, no Agreste Paraibano, a 130 km de João Pessoa.

“Quando eu fiquei sabendo do concurso deste ano, imediatamente fui lá na cadeia onde trabalho. Disso, eu quis capturar esse momento do cotidiano. Aí fui fazendo cliques do almoço, do banho de sol, que foi quando os próprios detentos mostraram o trabalho que eles fazem com o artesanato. Nesse momento, a casinha me chamou muito a atenção”, relata o aluno.

Sérgio Siddiney diz que não acreditava que a imagem poderia fazer tanto sucesso por ser uma fotografia de categoria amadora. Entretanto, por ser feita em uma penitenciária, e o material partir de um trabalho manual que os detentos fazem, ele presumiu que talvez gerasse alguma repercussão. “Eu imaginava que podia fazer algum sucesso nesse sentido, por ser um fruto do trabalho de ressocialização”, argumenta.

O discente conta que o amor pela fotografia sempre existiu, mas nunca foi profissional. Tudo se iniciou com cliques curiosos, pelos quais registrava as atividades realizadas durante seu curso. “Em 2016, nosso projeto foi finalista do prêmio Innovare, que busca identificar e difundir práticas que contribuam para o aprimoramento da Justiça no Brasil”.

Cento e cinco fotografias foram inscritas nesta 3ª edição do Concurso de Fotografia e Direitos Humanos do MP-PB, sendo 33 na categoria ‘Profissional’; 57 na categoria ‘Amador’ e 15 na de ‘Membros e Servidores’. Ao todo, 30 trabalhos foram selecionados e estão expostos para apreciação do público no Hall da Procuradoria-Geral de Justiça do MP-PB, em João Pessoa.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM