GERAL | CAMPEONATO PARAIBANO

Para não dispensar elenco, Atlético-PB corta 75% dos salários




Reprodução

O Atlético de Cajazeiras decidiu, na manhã de sexta-feira (22), dispensar todo o seu elenco por causa da paralisação do futebol, consequência da pandemia do novo coronavírus. Entretanto, à tarde, a diretoria voltou atrás e cancelou as dispensas, mas decidiu realizar, em comum acordo, realizar um corte salarial de 75% entre atletas e funcionários. A informação foi dada pelo jornalista Léo Feitosa.

O Trovão não seria o primeiro clube da Paraíba a rescindir o contrato com todos os seus jogadores. O primeiro foi o Nacional de Patos, que desligou todo elenco ainda no mês de março. Depois, outras equipes também decidiram por rescindir com seus atletas, casos de CSP, São Paulo Crystal, Sport Lagoa Seca e Sousa.

Com essa decisão, a diretoria do Atlético mantém o vínculo com os seus jogadores e facilita a permanência deles na volta do futebol, que segue indefinida. O Trovão, além da sequência do estadual, também vai jogar a próxima Série D do Campeonato Brasileiro.

 
As atividades no time sertanejo seguem paralisadas, seguindo as recomendações da Secretaria da Saúde do Estado da Paraíba. Não existe nenhum indício de quando o futebol voltará na Paraíba, apesar de o desejo de alguns dirigentes e membros da Federação. O número de infectados e mortes por Covid-19 segue crescendo na Paraíba, nesta sexta-feira o estado tinha 6882 casos confirmados e 248 mortes.
 




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM