PARAÍBA | DESCONTROLADO

Com 713 casos de covid-19, Campina poderá ter bloqueio total
Mais de 70% dos leitos na UTI já estão ocupados;nas enfermarias, supera os 50%, conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde.




Reprodução

Com 713 casos de coronavírus confirmados neste sábado(23) e a expectativa de ultrapassar os mil casos nas próximas 48 horas, o lockdown em Campina Grande deve ser decretado nesta semana que se inicia, já recomendado pelo Comitê de Estudos Científicos do Consórcio Nordeste.

Além do crescente número de pessoas infectadas outro fato que justifica a necessidade do  confinamento em 100% da cidade é a iminência concreta de colapso na rede hospitalar. Hoje, mais de 70% dos leitos na UTI já estão ocupados;nas enfermarias, supera os 50%, conforme dados da Secretaria Municipal de Saúde.

A determinação do "fechamento" da cidade por alguns dias a fim de garantir a redução do contágio deve ser anunciada pelas autoridades sanitárias da cidade neste segunda-feira(25), após reunião com o prefeito, Ministério Público e representantes de segmentos empresariais.

 
Por se apresentar como cidade comospolita  que atrai diariamente milhares de pessoas  procedentes de mais de 60 municípios, Campina está vulnerável a registrar número de casos da Covid-19 elevado e preocupante, colapsando de imediato o seu sistema de atendimento hospitalar.

Nesta segunda-feira o Hospital Regional - Trauma - estará disponibilizando leitos para o tratamento dos infectados pelo coronavírus. O Hospital das Clínicas do Governo do Estado em Campina deve ser inaugurado no final do mês em curso e vai oferecer 113 leitos.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM