GENTE

Mulher é enterrada no lugar de homem na PB




Reprodução

O Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos, no Sertão da Paraíba, abriu uma sindicância para apurar a troca de corpos de pacientes, dentre eles, um que morreu com suspeita da Covid-19.

Em nota, a unidade hospitalar informou que as duas pessoas morreram no último domingo (10). O primeiro caso foi de uma mulher que estava na área vermelha do hospital.  Já o outro trata-se de um homem internado em isolamento por suspeita de estar infectado pelo coronavírus.


Em entrevista ao Portal PatosTV, a filha da vítima fez um desabafo.
 

Ele morreu domingo, dia 10, e o enterro aconteceu às 22h da noite. Mas na verdade meu pai ficou na pedra do hospital e trouxemos outra pessoa para sepultar. Ficamos sabendo só ontem à noite desse absurdo por terceiros e não pela direção do hospital. A assistência funerária fez a remoção do corpo que foi enterrado no lugar do meu pai, no cemitério Santo Antônio, e foi feita a troca dos corpos”.

“Em ambos os casos, a equipe de Enfermagem seguiu a rotina e fez as identificações duplas, ou seja, tanto no próprio corpo, através de fitas adesivas, quanto no involucro, como determina o protocolo”, disse a direção da unidade.


“A sindicância apurará os fatos até para que não pairem dúvidas sobre esse lastimável acontecimento. Também nos solidarizamos às famílias dos mortos, com a consciência que fizemos o que teve ao nosso alcance para que eles tivessem a melhor assistência em suas necessidades. Às famílias, nossa solidariedade e sentimento de pesar e à disposição para juntos descobrirmos quem gerou esse lamentável acontecimento”, diz o hospital.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM