GENTE

Idosa de 61 anos morre de Covid-19 dez dias após mãe se curar da doença
Ana Lúcia Pigatti Azevedo, 61 anos, estava internada no Hospital Municipal de São José dos Campos e faleceu no domingo (3).




Reprodução

A família Azevedo, de São José dos Campos, viveu dias de alegria no final de abril após a idosa Francisca Azevedo, de 83 anos, se curar da Covid-19. Mas no último domingo (3) a doença castigou a família com a morte da filha de Francisca, Ana Lúcia Pigatti Azevedo, de 61 anos.

Além dos dois casos confirmados, o filho de Ana Lúcia, Fábio Azevedo, de 26 anos, também teve sintomas do novo coronavírus, mas não chegou a realizar o exame. Ele ficou em isolamento social, em casa, e se recuperou.

Ana Lúcia apresentou os primeiros sintomas no dia 1° de abril e foi ao pronto-socorro. No dia 9 de abril ela foi internada no Hospital Municipal e dois dias depois para a Unidade de Terapia Intensiva. Após mais de 20 dias na UTI, ela não resistiu aos sintomas e faleceu no dia 3 de maio.

A mãe dela, Francisca, teve alta 10 dias antes, em 24 de abril. Francisca não pode se despedir da filha. Sem velório e caixão lacrado, o enterro foi realizado nesta segunda (4).
 

"A dor está dilacerando o nosso coração. Mamãe (Francisca) soube da morte da minha irmã e está muito difícil. Ela (Francisca) chora e fica em silêncio. Fala que deveria ter partido no lugar da filha", conta Marta Azevedo, filha de Francisca.

"Nossa eterna gratidão à equipe médica, que vibrava com cada melhora da minha irmã. E que chorou a partida dela com a gente. O coronavírus é uma doença muito grave, séria, fatal. Que a dor da minha família possa servir de exemplo para que todos abram os olhos e se conscientizem", acrescenta Marta.


A família acredita que as duas tenham sido infectadas pelo coronavírus após Francisca receber a visita de um conhecido da família.

Dona Francisca estava em um sítio da região quando recebeu a visita. Ele deixou compras para a idosa e apresentava febre. No seguinte seguinte à visita, os sintomas chegaram para Francisca. Precisou ir ao pronto-socorro em São José no dia 29 de março. E quem a acompanhou foi a filha, Ana Lúcia.

Francisca conseguiu se recuperar da doença após 21 dias internada na UTI. A filha dela faleceu no último domingo. Até a manhã desta quinta-feira, São José dos Campos havia registrado 310 casos com 14 mortes por Covid-19.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM