COVID-19 | NO BRASIL

Respiradores 15 vezes mais barato é aprovado em teste com humanos
Aparelho foi desenvolvido pela Escola Politécnica (Poli) da Universidade de São Paulo




Respirador desenvolvido pela Poli-USP - USP / Divulgação

O ventilador pulmonar emergencial desenvolvido pela Escola Politécnica (Poli) da USP passou por testes técnicos em humanos, foi aprovado e agora será enviado para aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O custo estimado de cada aparelho é de R$ 1 mil - o ventilador mais barato disponível no mercado atualmente custa R$ 15 mil.

Os testes foram realizados entre os dias 17 e 19 de abril com quatro pacientes do Incor (Instituto do Coração) do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Na avaliação dos técnicos, o respirador foi aprovado em todos os modos de uso. "Não houve nenhuma intercorrência com os pacientes ventilados com o Inspire", disse a Poli-USP, em nota.

Outra vantagem do aparelho desenvolvido pela USP é o tempo de produção. O respirador pode ser fabricado em apenas 2 horas, segundo os pesquisadores.

O novo ventilador pulmonar é mecânico, e deve ser utilizado em casos emergenciais. Segundo o pesquisador Raul González Lima, a Poli-USP é responsável pelo projeto, mas não pela fabricação, que deverá ser feita por empresas autorizadas pela Anvisa.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



COVID-19  |  23/09/2020 - 06h

Sousa - PB
 




COVID-19  |  22/09/2020 - 18h

Uiraúna - PB
 

COVID-19  |  22/09/2020 - 15h