REGIONAIS | EM SOUSA

Prefeitura vai injetar R$ 2 milhões em ajuda a autônomos
O objetivo do Plano Emergencial Econômico é para que o profissional autônomo receba o valor de R$ 200 e uma cesta básica.





Através de medidas econômicas de enfrentamento ao CODIV-19 (novo Coronavírus), a Prefeitura de Sousa, anunciou um Plano Emergencial Econômico destinado aos profissionais autônomos que não estão trabalhando. O investimento é de R$ 2 milhões.

O objetivo do Plano Emergencial Econômico é para que o profissional autônomo receba o valor de R$ 200 e uma cesta básica. Irá acontecer um cadastro através da Secretaria de Assistência Social, no período de 13 a 17 de abril.                                                                    

O Plano Emergencial Econômico tem o intuito de oferecer suporte aos sousenses que estão sendo mais afetados com a pandemia. Devido ao isolamento social, é preciso estender as mãos aos que trabalhavam e que não estão desempenhando suas funções. Mesmo nesse período de dificuldades, por organização, a gestão municipal somou esforços para destinar recurso para socorrer as pessoas. Conforme a secretária de Assistência Social, Johanna Estrela, o cadastramento dos trabalhadores autônomos acontecerá entre os dias 1 a 3 de abril, no prédio do Programa Bolsa Família, anexo da Secretaria Assistência Social. "É mais uma oportunidade em que gestão municipal vai viabilizar ações sociais, principalmente nesse momento crítico devido ao novo Coronavírus. 5 servidores estarão à disposição para que seja realizado todo o processo de cadastro", pontuou.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM