PARAÍBA | PANDEMIA

Estado anuncia aquisição de 812 mil testes rápidos, EPIs e respiradores
Além disso, a parceria do Ministério da Saúde com quatro indústrias nacionais irá permitir a produção de 700 respiradores por semana, que serão distribuídos aos Estados, incluindo a PB.




Secom-PB

O governador João Azevêdo anunciou, neste sábado (28), a aquisição de 812 mil testes rápidos e novos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). As aquisições fazem parte do plano estadual de enfrentamento do novo coronavírus, que se estende a compra de 89 respiradores e ao aguardo da chegada de novos equipamentos do Ministério da Saúde (MS) para dar suporte aos pacientes da Covid-19 que precisarão de atendimento médico, seja em leitos de enfermaria ou de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

Além disso, a parceria do Ministério da Saúde com quatro indústrias nacionais irá permitir a produção de 700 respiradores por semana, que serão distribuídos aos Estados, incluindo a Paraíba que já fez o planejamento para oito ondas de atendimento hospitalar, que serão disparadas, paulatinamente, a partir da ocupação de 50% dos leitos em cada uma delas, cuja composição são de 30 leitos de enfermaria e 10 leitos de UTI. 

Ele também anunciou para a próxima terça-feira (31) o resultado do chamamento público para a seleção de 2.450 profissionais de Saúde. Ao todo, são 346 vagas para médicos, 1.606 para profissionais da enfermagem, 336 para Fisioterapeutas, 10 vagas para o Lacen-PB, 100 vagas para técnico em vigilância em saúde, 50 para técnico em análises clínicas e 5 vagas para videofonista. As vagas são para os municípios de Cajazeiras, Campina Grande, João Pessoa, Mamanguape, Patos e Pombal e a contratação ocorrerá de acordo com a demanda das unidades hospitalares. 

O governador ainda destacou a atuação da Secretaria de Estado da Saúde (SES) no acompanhamento do trabalho dos municípios na 22ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. A meta é imunizar o maior número possível do público-alvo. Mesmo diante da não eficácia da vacina contra o coronavírus, essa é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartar as influenzas na triagem e acelerar o diagnóstico para a Covid 19. 

Já os órgãos de fiscalização também têm atuado no confisco de estoque de fornecedores que insistem em praticar o sobrepreço. O trabalho integrado de várias Secretarias tem o objetivo de garantir aos cidadãos da Paraíba o melhor atendimento diante do quadro projetado pelas autoridades sanitárias. 

Ele parabenizou os profissionais da Saúde e da Segurança Pública e dos demais órgãos, que têm atuado com despojamento e abnegação para atender aos paraibanos. “Por isso, reafirmo nosso compromisso para assegurar mais proteção ao trabalho de todos que estão na linha de frente da luta contra o coronavírus”, disse. 

Até a manhã deste sábado (28), a Paraíba contabiliza 14 casos confirmados da Covid-19, sendo 10 em João Pessoa, dois em Campina Grande, um em Sousa e um em Igaracy. A estimativa é de que 65% dos casos se concentrem na Capital paraibana  e 25% em Campina Grande. Nos demais municípios, a previsão é de 10%.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



PARAÍBA  |  30/05/2020 - 03h





PARAÍBA  |  26/05/2020 - 18h