REGIONAIS

Confirmado primeiro caso de coronavírus no RN
Mulher de 24 anos com histórico de viagem à Europa está em isolamento e passa bem.




Reprodução

A Secretaria de Estado da Saúde Pública e a Secretaria Municipal de Saúde de Natal confirmaram na noite desta quinta-feira (12/03), o primeiro caso importado do novo Coronavírus (COVID-19) no Rio Grande do Norte. A paciente infectada tem 24 anos e tem histórico de viagem à Europa (França, Itália e Áustria).

Segundo a Sesap, ela segue as as recomendações de isolamento. As análises laboratoriais foram realizadas pelo Instituto Evandro Chagas, no Pará, referência nacional para os exames do Covid-19.

Em nota emitida, o órgão destacou que a paciente foi contaminada na Europa, ou seja, ainda não temos transmissão local no RN – quando ocorre de pessoa a pessoa. A paciente começou a manifestar os sintomas da doença ao retornar ao Estado, quando procurou assistência médica. Desde a notificação, todas as medidas de controle e prevenção da doença vêm sendo tomadas pelas Secretarias de Estado e Secretaria Municipal de Saúde de Natal.

As Secretarias reforçam a necessidade da população manter as medidas de higiene que protegem não só para o Covid-19, mas para diversos vírus de transmissão respiratória que circulam em nosso território, como sarampo e a influenza. Os potiguares também devem ficar atentos às informações oficiais, evitando propagar fake news.

A Sesap-RN e a SMS Natal reafirmaram que este não é um momento para pânico, e que o Estado vem intensificando a articulação com os municípios para operacionalizar o plano de contingências que prevê a ampliação das ações assistenciais, de vigilância e de educação em saúde.

OMS declara pandemia

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou na quarta-feira (11) a pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2). Segundo o órgão, o número de pacientes infectados, de mortes e de países atingidos deve aumentar nos próximos dias e semanas.

Apesar disso, os diretores ressaltaram que a declaração não muda as orientações, e que os governos devem manter o foco na contenção da circulação do vírus.

Na prática, o termo pandemia se refere ao momento em que uma doença já está espalhada por diversos continentes com transmissão sustentada entre as pessoas. O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, pediu nesta quinta-feira (12) que todos os países "redobrem" o comprometimento contra a pandemia de coronavírus.
 




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM