FISCALIZAÇÃO

Mais de 40 escolas e academias são notificadas pelo CREF10, no sertão
Equipe de fiscalização também identificou oito pessoas exercendo a profissão de forma ilegal
PARAÍBA28/11/2019 10h07 Por: Fabio F Barbosa





Reprodução

A equipe de fiscalização do Conselho Regional de Educação Física da 10ª Região – Paraíba (CREF10/PB) notificou 24 academias e 20 escolas, no sertão do estado, por apresentarem irregularidades, entre elas a falta de profissional habilitado e falta de registro. Também foram notificados quatro profissionais, dois estagiários e oito pessoas, sendo essas últimas por exercer ilegalmente a profissão. Os dados fazem parte do novo balanço do CREF10 divulgado nesta quarta-feira (27), com números referentes às ações que ocorreram em 27 cidades, na semana passada.

Ao todo, 90 estabelecimentos e 60 pessoas foram fiscalizados. Os locais notificados por falta de registro foram em: Bonito de Santa Fé, Nova Olinda, Santana dos Garrotes e Aguiar (com um estabelecimento em cada cidade); Itaporanga e Conceição (duas academias); Serra Grande (uma); e Água Branca (três). Além disso, outras 14 academias também apresentaram irregularidades.
Com relação as escolas, as notificações foram em: Patos, Nova Olinda, Santana dos Garrotes, Boa Ventura, Santana de Mangueira, Curral Velho, Santa Inês, São Jose de Caiana, Monte Horebe e Bonito de Santa Fé (uma escola com professores irregulares em cada cidade); Itaporanga, Piancó, Conceição e Mãe D’água (duas escolas em cada cidade).

Sobre as pessoas exercendo ilegalmente a profissão de Educação Física, os registros aconteceram em: Boa Ventura, Santana dos Garrotes, Itaporanga, Água Branca, Santana de Mangueira, Curral Velho, Santa Inês e Aguiar. Quatro profissionais e dois estagiários foram notificados em situação irregular, nas seguintes cidades: Itaporanga, Princesa Isabel, Água Branca e Conceição (um profissional em cada cidade); sendo os dois estagiários de Patos.

O presidente do CREF10/PB, Francisco Martins da Silva, destacou que os notificados puderam regularizar a situação no último fim de semana, durante a nova edição do CREF Itinerante, realizada em Conceição. “Muitos deles fizeram isso e já têm suas situações no andamento de uma solução. Trabalhamos, de forma intensa, para sanar os problemas verificados e dar oportunidade de regularização a todos os profissionais e estudantes de Educação Física”.

Os notificados têm 15 dias para apresentar contestação, que pode ser no “CREF Itinerante” ou, posteriormente, junto ao Conselho. Caso não haja manifestação, a notificação pode se converter em multa ou ação civil




COMENTÁRIOS




VEJA TAMBÉM



PARAÍBA  |  09/12/2019 - 10h





PARAÍBA  |  08/12/2019 - 19h


PARAÍBA  |  08/12/2019 - 08h