REGIONAIS | ALTO SERTÃO

Mesmo com boas chuvas, açudes mantém volumes baixos




Açude São Gonçalo, em Sousa/Reprodução

Os principais açudes do Alto Sertão que são monitorados pela AESA ainda estão com baixo volume d'água, apesar das boas chuvas caídas nos dois primeiros meses deste ano de 2020.

Hoje, o manancial com volume mais significativo é o açude de São Gonçalo, em Sousa. Pelos últimos números divulgados pela AESA, o açude está com 29.651.295 metros cúbicos, equivalendo a 73,06% do total. Na região de Cajazeiras, Boqueirão está com 16% e Lagoa do Arroz com 12%.

Levando em conta que Cajazeiras é o município onde mais choveu no estado neste ano, os açudes ainda não tomaram um volume significativo de água. Por lá, já choveu nos dois primeiros meses do ano 818,2 milímetros.

Já na região do Vale do Rio do Peixe, incluindo Uiraúna e as cidades vizinhas, a situação continua crítica. Por aqui já se contabilizam, incluindo 2020, nove anos de invernos ruins. Essa seca prolongada esvaziou quase por completo a barragem Capivara. Um manancial com capacidade total de 37,5 milhões de metros cúbicos, que hoje está com menos de 1% do seu volume (0,78%).

A população uiraunense encontra-se apreensiva com a realidade que está vivendo. O resto d'água que se mantém em Capivara só dá para abastecer a cidade por cerca de 15 dias. A obra de construção da adutora Capivara, que traria água de lagoa do Arroz, está paralisada após o escândalo de desvio do dinheiro público descoberto pela operação Pés de Barro. Essa obra iria trazer um alívio para a seca, já que o abastecimento através da Cagepa seria mantido. Agora, a esperança está numa eventual melhora do inverno para este mês de março. Caso isso não aconteça a população vai começar a pagar o preço alto da irresponsabilidade de seus governantes.

VEJA OS VOLUMES DOS AÇUDES DA REGIÃO
  • São Gonçalo / Sousa - está com 29,6 milhões de m3 (73,06%)
  • Lagoa do Arroz / Cajazeiras - está com  9,8 milhões de m3 (12,22%)
  • Boqueirão Engenheiro Avidos / Cajazeiras - está com 47,8 milhões de m3 (16,29%)
  • São José I / São José de Piranhas - está com 1,8 milhões de m3 (59,14%)
  • Pilões / São João do RIo do Peixe - está com 1,3 milhões de m3 (16,86%)
  • Capivara / Uiraúna - está com 293 mil metros cúbicos (0,78%)
  • Paraíso / São Francisco - está com 935 mil metros cúbicos (17,51%)
Barragem Capivara, em Uiraúna




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM



REGIONAIS  |   26/02/2021 07h34

Bernardino Batista - PB
 




REGIONAIS  |   23/02/2021 18h59

Sousa - PB