GENTE

Morre aos 76 anos o baiano Rui Chapéu, lenda da sinuca
Ele foi maior nome da sinuca profissional do Brasil




Reprodução

Morreu na madrugada deste sábado (29), aos 76 anos, o baiano Rui Chapéu, o maior nome da sinuca brasileira profissional. Ele sofreu um ataque cardíaco. Ainda não há informação sobre velório e sepultamento.

Rui passou mal por volta de 1h, sentindo falta de ar. Ele estava na casa da filha, em São Paulo, e foi levado por ela para um hospital. Exames constataram que ele tinha água no pulmão. Às 4h, ele acabou sofrendo um infarto fulminante e morreu, segundo o GloboEsporte.

Rui nasceu em 1940 em Itabuna, batizado como José Rui de Mattos Amorim. Começou a jogar sinuca ainda na infância, na Bahia, mas só passou a viver disso já em São Paulo, onde se radicou, nos anos 1970. Antes, chegou a ganhar a vida como caminhoneiro e dono de merceria

Ele ficou conhecido pelas várias participações no Show do Esporte, de Luciano do Valle, na Band. Ele foi contratado pela emissora em 1984.

O apelido veio pelo uso constante das boinas brancas. Suas participações em campeonatos de sinuca eram transmitidos pela TV aberta, o que ajudou a consolidá-lo como uma lenda da sinuca. 




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM