Mensagens entre Sérgio Moro e Dellagnol mostrariam 'condutas duvidosas', diz site

Moro, que hoje é ministro da Justiça e Segurança Pública, foi o juiz responsável pela operação Lava Jato em Curitiba e a condenação de Lula.

Por Fábio F Barbosa 10/06/2019 - 08:45 hs
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Arquivo Agência Brasil

Mensagens trocadas entre Sérgio Moro e o procurador Delta Dellagnol e que apontaria "condutas duvidosas e antiéticas" foram divulgadas neste domingo (9). De acordo com reportagem publicada pelo site The Intercept Brasil, o teor das conversas mostram como o juiz e procuradores agiram para impedir que o ex-presidente Lula da Silva fosse reeleito, além de articularem para evitar uma possível eleição de Fernando Haddad.

"Produzidas a partir de arquivos enormes e inéditos – incluindo mensagens privadas, gravações em áudio, vídeos, fotos, documentos judiciais e outros itens – enviados por uma fonte anônima, as três reportagens revelam comportamentos antiéticos e transgressões que o Brasil e o mundo têm o direito de conhecer", diz a reportagem.

Moro, que hoje é ministro da Justiça e Segurança Pública, foi o juiz responsável pela operação Lava Jato em Curitiba e a condenação de Lula.

Após a publicação da reportagem, a equipe de procuradores afirmou que a divulgação das mensagens é uma tentativa de "ataque criminoso à Lava Jato" e que o caso põe em risco a segurança de seus integrantes. "A violação criminosa das comunicações de autoridades constituídas é uma grave e ilícita afronta ao Estado e se coaduna com o objetivo de obstar a continuidade da Operação, expondo a vida dos seus membros e famílias a riscos pessoais", diz o texto.
O Dia