Notícias

Banner noticia interna

Brasil
Metrô de Fortaleza entra em fase de teste
PDF | Imprimir | E-mail
Ter, 14 de Junho de 2011 05:12

Já existe um projeto básico para a Linha Leste do Metrofor, que deverá atender a 400 mil pessoas e está no PAC 2

vlt-fortaleza

As negociações do Estado com o governo federal para captar os recursos necessários para construir a futura Linha Leste (Centro - Edson Queiroz) do metrô de Fortaleza estão bem adiantadas. Já a operação deste que será o ramal mais importante e complexo de todo o sistema ferroviário da Cidade e a compra de trens e equipamentos para colocá-lo em funcionamento deverão ser frutos de uma Parceria Público Privada (PPP).

Oito anos de parceria
A duas afirmações são do governador Cid Gomes, que, na manhã de ontem, participou do primeiro dia de testes dos Veículos Leves Sobre Trilhos (VLT) da Linha Oeste. "Estamos conversando, negociando com empresas construtoras de equipamentos e trens. A ideia é propor a elaboração de uma PPP no que concerne ao fornecimento desse material e operação da linha em um período não inferior a oito anos", comentou Cid. Segundo ele, já existe um projeto básico para a Linha Leste, que deverá atender 400 mil pessoas. "O orçamento básico, já que não temos ainda o projeto executivo, pois está sendo encaminhado, custa R$ 3,1 bilhões. Deste montante, entre R$ 700 a 800 milhões são de trens e equipamentos, como sistemas de comunicação, monitoramento e segurança altamente especializada porque a frequência é de apenas três minutos, ou seja, só 180 segundos entre um trem e outro", explicou Cid, ressaltando que a parte destinada às obras (R$ 2,4 bilhões) já foi apresentada ao governo federal para ser integrada ao PAC 2. "A definição desse recurso deve sair agora em julho", confirmou.

Um milhão de atendidos
Somada à quantidade de público que será atendida com as demais três linhas que comporão o sistema férreo de Fortaleza, o governador informou que quase um milhão de pessoas serão beneficiadas, ao todo. "O transporte coletivo é o melhor investimento permanente para desafogar as ruas das grandes cidades. É isso que estamos procurando fazer", reforçou Cid.

metrofor0932867856184Na companhia dos titulares da Secopa e da Seinfra, respectivamente, Ferrúcio Feitosa e Adail Fontenele, e também do prefeito de Caucaia, Washington Góis, o próprio governador fez questão de "guiar" o trem nos 17 quilômetros da ferrovia, entre aquele município e Fortaleza. No primeiro momento, começaram a ser testados, ontem, dois veículos com capacidade para transportar 766 passageiros cada. Em julho, os testes dinâmicos passarão a levar pessoas, entre 10 e 14 horas, sem cobrança de bilhetes. Até setembro, outros dois trens também serão observados. Em janeiro de 2012, mais dois, totalizando seis VLTs. "Estes são os primeiros trens fabricados no País em 20 anos e são feitos aqui no Ceará", disse ele, fazendo referência à empresa Bom Sinal, localizada em Barbalha, no Cariri. Esses mesmo modelos serão utilizados na Linha Parangaba - Mucuripe, que é uma das obras da Copa do Mundo de 2014.

Operação em fevereiro
Em fevereiro, terminará o período de seis meses de testes. A partir daí os trens deverão funcionar em definitivo na Linha Oeste, inclusive, com cobrança de passagem. Mas, conforme o presidente da A Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor), Rômulo Fortes, não haverá alteração no custo da viagem. "Estamos dando mais conforto e segurança para os passageiros. São melhorias. A intenção, agora, não é aumentar a demanda transportada", contou. De acordo com ele, outros 21 carros da década de 1970, conhecidos como Pidners, foram remodelados. "A gente praticamente reconstruiu esses trens, equipando com ar-condicionado e nova pintura. Todos esses já estão sendo utilizados. Estamos reformando ainda outros 10 carros", concluiu.

Que greve?
Esquivando-se em responder sobre a greve dos operários de algumas obras tocadas pelo governo e de outras questões políticas, o governador preferiu continuar acompanhando as obras da futura estação central de passageiros Xico da Silva e do novo prédio onde funcionará a sede da Metrofor. "Não tenho informações sobre a paralisação. Pelo que vi estão todos trabalhando" , encerrou o assunto.

PARA OBRAS
Ramal Parangaba-Mucuripe com ordem em novembro

As autoridades presentes na primeira viagem do VLT entre Caucaia e Fortaleza aproveitaram a oportunidade para explicar o andamento dos projetos do governo. Segundo o secretário de infraestrutura do Estado, Adail Fontenele, já existe uma data para o início da construção da Linha Parangaba - Mucuripe. "Se tudo der certo, a ordem de serviço desta importante obra deve começar no dia 11/11/2011", afirmou, lembrando que, apesar de ainda não haver o EIA/ Rima, muitos moradores da área já procuram Seinfra e Metrofor interessados em agilizar a desapropriação.

mtrofor7859567845Para o presidente da Metrofor, Rômulo Fortes, o mês de novembro é o ideal para começar as intervenções do ramal. "A gente vai ter prazo suficiente para deixar a Linha Parangaba - Mucuripe pronta antes da Copa das Confederações, ou seja, no primeiro semestre de 2013". Já sobre a Linha Leste, que vai passar por baixo das áreas mais nobres da Cidade, ele destacou que a obra pode se iniciar em 2012. "A gente pretende fazer a licitação no começo do segundo semestre deste ano. Estamos buscando datas. Temos que resolver o equacionamento financeiro. Se depender da parte documental, o processo licitatório terá condições de começar em outubro, mas temos que ver a questão dos recursos", avaliou.

Concurso pré-aprovado
Ele disse que o concurso público para trabalhar na administração e operação do metrô já foi pré-aprovado por Cid. "Nos próximos dias, organizarei com o Eduardo Diogo, da Seplag, o material para ser analisado pelo governador. Este mês, provavelmente, teremos uma definição sobre o concurso", contou.

Sem ar condicionado
Realizando o trecho Fortaleza/Caucaia, o trem já recebeu reclamações. O agente administrativo Gilson Mesquita, que utilizou o transporte no início da noite de ontem para sair do Centro e chegar ao município vizinho, afirmou que o ar condicionado do equipamento apresentou defeito. Segundo ele, os passageiros ficaram em situação de "absoluto desconforto", pois o horário era de pico e o veículo carregava uma quantidade elevada de pessoas.

Diário do Nordeste

Compartilhe:

Comentário

Compartilhe sua opinião sobre a publicação. Deixe sua mensagem abaixo:

Código de segurança
Atualizar

Sua opinião é importante! Este espaço visa dar a você, leitor, uma oportunidade para que você possa expressar sua opiniões de forma coesa e clara sobre o fato abordado nesta página.

É importante salientar, que as opiniões expostas neste espaço, não necessariamente condizem com a opinião do portal COFEMAC.

  • PMPJM 2
  • Corretor
  • Batatinha
  • Unaclin
  • Ricardo Morais
  • Betanio
  • Tata
  • Anderline
  • Herbalife
  • Cofemac
  • Expediente
  • Anuncie
  • Contato
  • 9999---