Notícias

Banner noticia interna

Negócios
iPad 2 chega ao Brasil nesta sexta-feira
PDF | Imprimir | E-mail
Qui, 26 de Maio de 2011 05:30

A Apple confirmou nesta quarta-feira (25) que o tablet iPad 2 começará a ser vendido no Brasil na sexta-feira (27). O aparelho poderá ser comprado já de madrugada no Shopping Iguatemi, em São Paulo e em lojas online, incluindo o site da Apple. Nas outras cidades com revendas autorizadas da empresa americana - além de São Paulo: Campinas, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Caxias do Sul, Florianópolis, Recife, Goiânia, Vitória e Alphaville -, as vendas serão a partir do horário de abertura das lojas. Vários sites, como a Americanas, o Submarino e a Fast Shop, criaram páginas especiais para a venda do produto.

ipadnovo9342454

O iPad 2, mais fino e mais rápido que seu antecessor, foi apresentado pela Apple no começo de março, e no fim do mês sua venda já havia sido autorizada no Brasil pela Anatel. O primeiro modelo do iPad começou a ser vendido no país oito meses após o lançamento nos Estados Unidos, em dezembro de 2010. Além dos americanos, consumidores da China, do Japão e de outros 11 países como África do Sul, Coreia do Sul, Emirados Árabes, Filipinas, Hong Kong, Israel, Malásia, Singapura e Turquia, já podem comprar a segunda versão da tablet da Apple.

Os preços do iPad 2 no Brasil vão variar de R$ 1.650 para o modelo mais simples (16GB de memória e sem 3G) até R$ 2.600 para o mais completo (64GB e 3G). Todos os modelos estão disponíveis em preto e branco. A diferença de preço entre um iPad com e sem 3G para dispositivos com a mesma quantidade de memória (16GB, 32GB ou 64GB) é de R$ 400. Os tablets que começam a ser vendidos nesta sexta não estão incluídos na chamada "Lei do Bem", que pretende dar benefícios fiscais para tablets produzidos no Brasil, porque a lei ainda está em discussão no governo e porque o iPad ainda não é montado no país.

Com a desoneração dos tablet, de acordo com o governo, o iPad 2 poderá ficar 30% mais barato. Apesar da histeria em torno do iPad brasileiro - espera-se que a empresa taiwanesa Foxconn traga uma linha de produção de produtos da Apple para o Brasil ainda em 2011 - nunca ficou claro que isso vai mudar o status do iPad para produto nacional. Na China, onde o dispositivo é montado agora, ele continua sendo importado. A Foxconn manda o iPad para a Apple, nos EUA, e as lojas chinesas compram o aparelho novamente, com a inscrição Assembled in China (Montado na China), e pagam impostos de importação.

O governo não deu sinais de que pode diminuir o imposto de importação sobre o iPad por ele ter sido montado no Brasil.

Compartilhe:

Comentário

Compartilhe sua opinião sobre a publicação. Deixe sua mensagem abaixo:

Código de segurança
Atualizar

Sua opinião é importante! Este espaço visa dar a você, leitor, uma oportunidade para que você possa expressar sua opiniões de forma coesa e clara sobre o fato abordado nesta página.

É importante salientar, que as opiniões expostas neste espaço, não necessariamente condizem com a opinião do portal COFEMAC.

  • PMPJM 2
  • Corretor
  • Batatinha
  • Unaclin
  • Ricardo Morais
  • Betanio
  • Tata
  • Anderline
  • Cofemac
  • Expediente
  • Anuncie
  • Contato
  • 9999---