Notícias

Banner noticia interna

Educação
Governo do Estado nomeia mais 93 gestores de escolas estaduais
PDF | Imprimir | E-mail
Ter, 19 de Abril de 2011 20:29

No atual governo, o setor da Educação vive um momento turbulento. Desde fevereiro, os representantes da rede estadual de ensino vêm negociando com o governo melhorias na remuneração, com ameaças de greve. E na primeira semana de abril, por conta de irregularidades na eleição para diretor do Instituo de Educação da Paraíba (IEP), alunos fizeram um protesto que acarretou tumulto e intervenção policial. Em meio a esse quadro instável da Educação, o governo acaba de nomear 93 novos gestores escolares.

101112012727Foram nomeados diretores, vice-diretores e secretários de escolas da rede estadual. A relação com os nomes dos gestores foi publicada no Diário Oficial de desta segunda-feira (17). As nomeações dos eleitos nos meses de novembro e dezembro de 2010 vêm ocorrendo desde março de 2011. Estão sendo nomeados também dirigentes escolares para os municípios onde não são realizadas eleições e onde há necessidade de gestor nas escolas.

No segundo semestre ocorrem eleições nas unidades sediadas nos municípios de Cajazeiras, Guarabira, Sousa, Patos, Campina Grande, João Pessoa, Alagoa Grande, Bayeux, Cabedelo, Esperança, Lagoa Seca, Mamanguape, Pedras de Fogo, Pombal, Queimadas, Santa Rita, São Bento, Sapé, Solânea, assim como as escolas indígenas.

Já as unidades de ensino sediadas nos municípios de Catolé do Rocha, Cuité, Itabaiana, Itaporanga, Monteiro e Princesa Isabel terão eleições no primeiro semestre. Os gestores são eleitos para um mandato de dois anos e participam de curso preparatório, oferecido pela Secretaria da Educação, através da Gerência de Recursos Humanos (GRH).

Indicativo de greve

A greve dos professores da rede estadual foi adiada na última sexta-feira (15) para que a proposta feita pelo Governo fosse analisada por todas as Regionais de Ensino ainda neste mês. Uma assembleia geral será realizada no próximo dia 29 para decidir se a paralisação vai acontecer.

O Estado ofereceu um abono de vale transporte de R$ 60 para os funcionários de apoio apenas de João Pessoa e Campina Grande e uma bolsa desempenho, espécie de gratificação, de até R$ 230, não incluindo os professores aposentandos.

Porém, o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação do Estado da Paraíba (Sintep) reivindica o reajuste do piso nacional, de 13,73%, o pagamento das gratificações dos servidores que não receberam em janeiro, a nomeação de professores concursados e a realização de novos concursos.

Protesto no IEP

Depois de ter sido eleita em novembro diretora do IEP com 85% dos votos, a professora Francisca Vanilda foi afastada do cargo devido a irregularidades constatadas no processo eleitoral. Com o afastamento, os alunos iniciaram protestos paralisando aulas e fechando uma das vias da avenida Camilo de Holanda.

No protesto, alguns estudantes entraram em conflito com professores e até com outros alunos que queriam assistir às aulas. Viaturas da polícia e do Samu estiveram no local. Alguns policiais foram, inclusive, acusados de usar spray de pimenta contra os manifestantes.

Alguns dias depois, o Governo nomeou Maria de Fátima Nóbrega de Sousa como nova diretora e Maria Mércia de Lima Ribeiro e Maria de Lourdes Lucena Bezerra ficam na vice-direção. Elas permanecem no cargo até o novo pleito, marcado para novembro.

Fonte: Paraiba1

Compartilhe:

Comentário

Compartilhe sua opinião sobre a publicação. Deixe sua mensagem abaixo:

Código de segurança
Atualizar

Sua opinião é importante! Este espaço visa dar a você, leitor, uma oportunidade para que você possa expressar sua opiniões de forma coesa e clara sobre o fato abordado nesta página.

É importante salientar, que as opiniões expostas neste espaço, não necessariamente condizem com a opinião do portal COFEMAC.

  • PMPJM 2
  • Corretor
  • Batatinha
  • Unaclin
  • Ricardo Morais
  • Betanio
  • Tata
  • Anderline
  • Herbalife
  • Cofemac
  • Expediente
  • Anuncie
  • Contato
  • 9999---